Month: fevereiro 2015

Fórum lança a campanha Comida é Patrimônio

“Que alimentos (não) estamos comendo?” Essa é a pergunta que o Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN) propõe em sua carta política, resultante do VII Encontro Nacional, que ocorreu em 2013, na cidade de Porto do Alegre (RS). O documento, construído com a participação de cerca de cem representantes de todo o Brasil, aponta para a importância em defender a comida como um patrimônio. Os motivos que levam a essa defesa estão na necessidade de enfrentar os desafios da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).  Desde 1998, o Fórum articula pessoas, organizações, redes, movimentos sociais e instituições de pesquisa na luta pelo Direito Humano à Alimentação Adequada e Saudável. De acordo com a integrante da Coordenação do FBSSAN, Vanessa Schottz, a questão a respeito dos alimentos que estamos ,ou não, comendo levou os membros do Fórum a perceber o quanto a defesa da comida como um patrimônio é um caminho para aproximar a dimensão cultural da SAN. Isto porque a forma como o sistema alimentar está estruturado, coloca em alto …

seminariosite

FBSSAN realizará seminário sobre abastecimento alimentar no Brasil

Evento do Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN) reunirá organizações e movimentos sociais no Rio de Janeiro O Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional(FBSSAN) realizará no Rio de Janeiro, nos dias 24 e 25 de fevereiro, um seminário sobre o abastecimento alimentar no país. Por entender que as relações entre produtores e consumidores estão desestruturadas, o FBSSAN aponta o tema como estratégico. O grau de concentração corporativa no ramo de comercialização de alimentos reforça essa avaliação. Para se ter uma ideia,  as três maiores redes de supermercados no país concentraram quase metade dos rendimentos de todo o setor, segundo o mais recente ranking da Associação  Brasileira de Supermercados (Abras). Os supermercados são responsáveis por 83% de todo o abastecimento no país. Além de analisar os efeitos dessa realidade na qualidade e na diversidade da alimentação no brasileiro, o seminário pretende promover debates que aliem o tema aos princípios da soberania alimentar e do direito humano à alimentação adequada.  O evento deve contar com 50 participantes, entre integrantes de organizações, …